• SIGO - Ouvidoria da Saúde
  • SIGO - Ouvidoria da Saúde

Festa do Monge celebra inauguração de espaço de fé e história

A figura do monge foi algo muito relevante para a construção cultural e social da nossa região. Esses eremitas passavam pelas cidades levando fé, cura e ensinamento para o povo, gerando enorme devoção da população – e para resgatar essa história da formação da região sul do Paraná, em especial Rebouças, é que o munícipio promoveu a 1ª Festa do Monge João Maria.

A celebração marcava também a criação do Parque Ambiental Monge João Maria, obra que busca preservar a memória do mais famoso monge que passou por essa região, “em um tempo sem escolas, hospitais, padres, o monge era uma figura muito importante quando passava pelos sertões da região sul, por isso, é importante manter viva sua história”, relatou durante sua fala Nilson Fraga, professor universitário que palestrou no evento sobre a história do famoso monge e a ligação dele – e da região – com a guerra do Contestado.

A festa, além de palestra, contou com passeio ecológico, feiras de produtos orgânicos e artesanatos, doação de cães e oficinas de benzedeiras e curadores, “Rebouças é uma referência no respeito e apoio as benzedeiras, então esse evento é mais uma prova disso, por isso atrai tantos interessados em saber um pouco mais sobre esses ensinamentos que elas possuem e que provém dos monges ”, explica o secretário de Agricultura de Rebouças, Laércio Cipriano.

A festividade veio pra encerrar um fim de semana que começou com a 17ª Feira Regional das Sementes Crioulas e da Agrobiodiversidade, “mostramos nesse final de semana que Rebouças é um polo de preservação da sua história, do nosso povo, do nosso meio ambiente, da Mãe Natureza, dos pequenos agricultores, a forte participação dos moradores do nosso município e de fora mostram que estamos no caminho certo”, relatou o prefeito reboucense, Luiz Everaldo Zak.

O parque -  que está aberto a visitas e fica na rua Vitório Cruz, saída para a localidade do Paredão -  foi construído em torno de um olho d’agua que, segundo seus fiéis, nunca para, mesmo em períodos de grande seca, servido como fonte até para batizados. A premissa, ao menos nesse final de semana se confirmou, afinal, mesmo com a seguida ausência de chuva que fez a terra rachar em regiões do parque, o olho d’agua continuava, de forma tímida, a pulsar, mantendo viva a crença de muitos.

 

Visitantes de toda região acompanham rito das benzedeiras de Rebouças

Aulas de dança levam saúde e disciplina aos alunos de Rebouças

Levar aos alunos da rede municipal de ensino uma alternativa de prática física, sem deixar de lado a questão educacional e motora – são por esses motivos que a Secretaria Municipal de Educação desenvolve o Projeto de Dança, atividade que ensina diversas modalidades de dança para as crianças do município.

Quem administra as aulas é a professora Stefani Allana Kowalski, na visão dela, esse tipo de atividade é muito proveitosa para o desenvolvimento desses estudantes, “Sempre a importância da dança, ainda mais nessa fase de desenvolvimento das crianças, pois resulta numa melhoria significativa da coordenação motora, do ritmo, da coletividade e disciplina, além da descoberta do autoconhecimento, pois podem se expressar através de seus movimentos”, explica a professora.

Com mais de 170 alunos entre 4 e 11 anos divididos em 16 turmas, o projeto vem se destacando e, principalmente, agrada quem participa, “vejo com muita alegria esse projeto já que eles se mostram muito contentes e satisfeitos com as aulas”, relata Stefani. A visão é corroborada pela secretária de educação de Rebouças, Rogéria Ducat, “sempre que falo com os alunos ou os pais a resposta é sempre a melhor possível, todos aprovam a iniciativa”, comenta.

As aulas do Projeto de Dança se juntam a diversas ações, como o Projeto Sansão de aulas de Jiu Jitsu, que levam aos alunos da rede municipal uma variedade de ofertas fora da sala de aula em horários alternativos. “Essa é uma forma de manter motivado o aluno, mostrar que há diversas formas de aprender e evoluir como cidadão, e no caso desses projetos eles aprendem enquanto se divertem, até podem descobrir sua vocação com isso, portanto, sempre incentivamos essas ações”, fala o prefeito do município, Luiz Everaldo Zak.

Projeto leva jiu-jitsu a mais de 100 alunos em Rebouças

 

 

Cada vez mais o esporte ganha protagonismo nas escolas. É através dele que crianças e adolescentes, além de melhorar seu condicionamento físico, também recebem importantes lições de disciplina e sociabilidade. Em Rebouças, o Projeto Sansão leva a mais de 100 alunos da rede municipal de ensino o jiu-jitsu, arte marcial que cresce dia a dia no Brasil.

O professor Alisson Silva, faixa preta na modalidade, é quem ministra as aulas nas escolas. Para ele, o jiu-jitsu é um esporte muito bom para quem está se desenvolvendo, “é uma modalidade que não leva muito risco pois são golpes apenas de imobilização, mas é muito efetiva para o corpo e também para a cabeça desses jovens”, explica Alisson.

O projeto, que acontece nos contraturnos das aulas desde 2018, é uma realização da Secretaria Municipal de Educação de Rebouças e vem sendo um sucesso na visão da secretária da pasta, Rogéria Ducat, “desde o começo a gente viu uma grande melhora no comportamento dos alunos do projeto, seja durante a prática do esporte mas, principalmente, na sala de aula -  ficam mais disciplinados, calmos e isso, claro, só colabora com a formação deles e com o trabalho de todos os professores”, revela.

Para o prefeito de Rebouças, Luiz Everaldo Zak, investir em projetos diferentes é algo importante hoje em dia, “é necessário prender a atenção do jovem com algo, e o esporte ajuda muito nisso, por isso, temos projetos como o Sansão, além de outros, todos na busca de levar aos nossos alunos uma nova alternativa esportiva e que aos poucos vai ajudar eles também a se tornarem cidadãos melhores”.

 

Alunos entre 5 e 16 anos participam do Projeto Sansão

Obra da Vila Facão traz desenvolvimento e emprego para o município

Rebouças deu o pontapé inicial de uma de suas mais importantes obras da década: a revitalização da Vila Facão. O projeto está em sua fase inicial, construção e reformas das cercas de 50 casas do espaço, e para ver como anda a situação é que representantes do programa Família Paranaense, da Cohapar, do município e do Banco Interamericano de Desenvolvimento, o BID, estiveram em reunião e na obra durante essa semana.

Francisco Uchôa foi o representante do BID na data, o banco é o investidor da obra, por isso, participa de vistorias como essa, “a gente não vem fazer uma cobrança, uma fiscalização, apenas acompanhamos o projeto para entender melhor como as coisas estão indo e também para ver a real importância de tais obras para o desenvolvimento da região”, comenta Francisco.

 

A oportunidade serviu também para os funcionários do Centro de Referência de Assistência Social, o Cras, do município mostrarem a realidade das famílias que serão beneficiadas com as novas casas e como está sendo o acompanhamento junto a elas. “Fizemos reuniões quinzenais com essas pessoas expondo os cuidados necessários com a casa mas também para fortalecer laços, agora na fase final da obra das casas, pretendemos retornar essas ações”, expôs Vanessa Molinari, psicóloga do Cras.


Além da importância para as famílias assistidas, as obras da Vila Facão também movimentam a economia e geração de emprego local, “80% dos trabalhadores da construção das casas são de Rebouças, isso mostra como nossa cidade tem gente disposta, qualificada, e a gente se alegra com esse dado pois sabemos a importância de um trabalho nos dias de hoje e como isso reverte positivamente para toda economia do município”, comenta o prefeito de Rebouças, Luiz Everaldo Zak.

De modo a trazer ainda mais transparência para as obras, segue a relação das empresas que trabalham nas obras, sob a supervisão da Cnstrutura Guilherme, empreiteira vencedora da licitação:

1- ESTELA MARIS ANTUNES ME -  Fantasia: CONSTRUTORA M.J. (Contrato OK) Joeser de Toledo: (42) 9-9913-1143 
Etapa: Infraestrutura, Superestrutura e Cobertura das 50 casas, Muro de Arrimo e Muretas, Reforma Completa das Casas 31 e 33 
 
2- ALCIONI FRANCO ME (Contratos OK) Alcione: (42) 9-9963-8310
Etapas: Instalações Elétricas/Telefônicas e Hidrosanitárias das 50 casas mais Reforma 31 e 33 
 
3- CONSTRUTORA LUCIANO CABRAL ME (Contrato OK) Luciano Cabral: (42) 9-9921-9848

Etapa: Assentamento de Alvenaria (paredes) e oitões das 50 casas 
 
4- JORGE DE OLIVEIRA CONSTRUÇÕES ME (Contrato em Negociação) Jorge de Oliveira (telefone a ser divulgado após contrato fechado)

Etapas: Revestimento de Reboco Interno e Externo das 50 casas e Pavimentação: contrapiso, calçadas, colocação de piso e azulejo, pingadeiras e soleiras 
 
5- KVA PINTURAS E CONSTRUÇÕES ME (Contrato em Negociação) Vilmar Krakheck (telefone a ser divulgado após contrato fechado)

Etapas: Massa Corrida, Pintura Interna e Externa das 50 casas  
 
6- INFRAESTRUTURA DE REDES DE ÁGUA, ESGOTO E DRENAGEM (só mão de obra)

Em negociação: Isael Pabis, Renato de Irati, Darley de Rebouças e Ivo Mikoski de Rebouças (telefones a serem divulgados após contrato fechado) 
 

7- PAVIMENTAÇÃO DAS RUAS, GUIAS E SARGETAS

Em negociação: Derbli de Irati (telefone a ser liberado após contrato fechado) 

Prefeito de Rebouças esteve com funcionários do município, representantes da Cohapar, do BID e do governo do Estado conferindo o andamento das obras


 

Evento leva conscientização sobre meio ambiente para alunos de Rebouças

Muita alegria, integração, mas acima de tudo, informação! Assim foi o Encontro pelo Meio Ambiente, evento que levou aos alunos da rede municipal de ensino de Rebouças importantes noções sobre guarda responsável de animais, importância da reciclagem e de como o meio ambiente é essencial para a vida de todos e porque devem preservá-lo.

A ação, que é uma parceria entre a Secretaria de Agricultura e Secretaria de Educação do município, reuniu cerca de 1200 crianças no evento que teve palestras e teatros sobre os temas tratados. Para a secretária de educação do município, Rogéria Ducat, esses ensinamentos são muito importantes para os alunos, “mais do que aprendem em sala de aula é necessário essas lições de hoje que, com certeza, levarão para suas casas e pro resto de suas vidas”, destaca Rogéria.

Mas o encontro não foi o único evento sobre o tema, o secretário de Agricultura, Laércio Cipriano, explica que essa parceria trouxe durante todo o semestre ações ligadas ao meio ambiente, “teve palestras nas escolas, confecção de cartazes e murais por parte dos alunos, também entregamos pequenos lixos para as crianças levassem para casa, então é uma série de ações que resultam no trabalho aqui das palestras”, comenta.

Uma das palestrantes do dia foi Daiane Leal, estudante de medicina veterinária, fala que além de poder ensinar às crianças conceitos de proteção animal, também acaba enriquecendo sua própria formação, “fico muito feliz em participar desse evento, vejo muito interesse dessas crianças que são nosso futuro, além de ser um momento que eu mesmo aprendo e sinto devolvendo para a comunidade tudo que aprendi na faculdade”, revelou Daiane.

Paço Municipal Caetano Castagnoli
Endereço: Rua José Afonso Vieira Lopes, nº 96 - Centro - CEP 84550-000
Telefone: (42) 3457.1299 / (42) 3457.1234 / (42) 3457.1387 / (42) 3457.1146
CNPJ: 77.774.859/0001-82
Horário de Atendimento: de Segunda a Sexta-feira das 08:00h às 12:00h / 13:00h às 17:00h 

 

Hueby Solutions

Desenvolvido por Carlos Eduardo Hilgemberg Whatsapp do Carlos Eduardo